Let's talk

Conversa Eleitoral de Madri: Emissão de gases, incineração de resíduos e prevenção de quase 5.000 mortes

23 April 2021

Não podes votar? PODES fazer parte do debate!

Autor: Brian McMahon

Quando falamos de políticas ambientais entre a esquerda e a direita em Madri, a diferença é abismal. Uma das bases da campanha eleitoral da esquerda é a transformação de Madri numa capital verde e líder mundial em sustentabilidade. Por outro lado estão as opiniões dos membros do partido de extrema direita Vox, que negam a existência da mudança climática até o ponto de vista mais convencional – e possivelmente perigoso – e as do PP, que a mudança climática que está a acontecer, simplesmente não importa.

Em Madri, há mais mortes devido à poluição do que em qualquer outra cidade europeia. 

Um estudo publicado em janeiro de 2021 mediu os níveis de contaminação em diversas cidades europeias. A área metropolitana de Madri ficou em primeiro lugar em duas categorias: o maior nível de concentração de dióxido de nitrogénio e o maior número de mortes preveníveis dessa contaminação (Barcelona foi a seguinte cidade espanhola, que ficou em sexta na lista). A poluição causada pelo dióxido de nitrogénio vem principalmente dos canos de escape dos carros. 

As políticas impostas para a circulação de automóveis – como Madrid Central – fizeram baixar os níveis de dióxido de nitrogénio pela primeira vez em anos. Não só o PP negou o benefício, como também afirmou descaradamente e falsamente que restringir a circulação automóvel fez com que os níveis de contaminação tenham piorado.  

Quase 5.000 madrilenos morrem a cada ano por causas relacionadas com a poluição.

A estimativa de mortes anuais em Madri atribuídas à contaminação variam entre 1.000 a 5.000. Não é fácil saber o número exato, mas praticamente todas as organizações científicas na Espanha e na Europa concordam que a contaminação leva a mortes. No entanto, Ayuso, recusa-se a acreditar.

“Não é que alguém tenha morrido [da contaminação do ar]”, respondeu numa entrevista quando foi questionada sobre os níveis de contaminação de Madri. “Não quero causar quaisquer alarmismo na saúde pública, porque não há… as cidades continuarão [transformando-se mais verdes], mas as pessoas não vão morrer, já que o que é dito muitas vezes, não é verdade.”

A sua negação total, encaixa perfeitamente com as políticas do PP, como a remoção das ciclovias e a tentativa de reverter Madrid Central. “Nos últimos dois anos [desde a Eleição de Ayuso], a nossa cidade passou de ser uma referência internacional na mobilidade e na luta contra a contaminação, a uma completa inação,” apontou o porta-voz do partido de esquerda, Más Madrid.

Toneladas e toneladas de lixo são incineradas em Madri, e os que vivem perto têm que viver com as consequências. 

Uma decisão precipitada do governo regional do PP em 2008, fez com que municípios que não estavam preparados, tivessem de se ocupar com a recolha dos seus resíduos, muitos deles tiveram que queimar os resíduos em vez de os separar ou de os reciclar. Mais de uma década depois, a lixeira que pertence à cidade de Madri iria encerrar o seu incinerador em 2025 a favor de uma gestão de resíduos mais sustentável, até que em 2019 o plano aprovado por Ayuso e pelo autarca do PP de Madri atraiu o lixo de todas as cidades vizinhas de Madri. 

Esta lixeira localizada fora de Vallecas, ao lado do Sector 6 da Cañada Real, está neste momento queimando mais lixo que nunca, enquanto as pessoas que vivem perto – muitos dos quais são de baixa renda e imigrantes – têm de lidar com odores nocivos e fumos tóxicos (as queixas dispararam um 42% após a mudança no plano). Devido ao aumento dramático no volume de lixo, que chega sem ser classificado e que não se pode reciclar, os planos para eliminar gradualmente a incineradora estão suspensos. 

A Espanha foi encaminhada ao Tribunal Europeu por desrespeitar “sistematicamente” as leis de poluição do ar.

Proporcionar ar limpo é um requisito para estar na UE, e a Espanha foi referida no Tribunal Europeu por sistematicamente falhar nesse ponto, concretamente em Madri, Barcelona e na zona industrial de Baix Llobregat, na Catalunha. O fato de ser referido aos tribunais, não só mostra um imcuprimento das normas aéreas da UE (desde que se converteu num requerimento legal em 2010, Madri nunca conseguiu atingir esses níveis), mas também a indiferença para com o problema e a não adoção de políticas que abordassem o problema.

Resposta de – Direita vs Esquerda:

A plataforma do PP sobre sustentabilidade para as eleições gira principalmente em torno do “Plano de Incentivo à Descarbonização”, que dá prioridade à liberdade das empresas e proprietários de veículos dando incentivos para reduzir voluntariamente a contaminação, sem necessidade de que o tenham de fazer. Após 26 anos de governo contínuo do PP na região da capital espanhola, Madri ficou atrás não só com o resto da Espanha, mas também com o resto da Europa em relação ao meio ambiente. 

Todos os partidos de esquerda – PSOE, Podemos e Más Madrid – deixam claro que mudar o rumo das políticas atuais é uma prioridade da campanha. Em vez de usar uma linguagem como “liberdade” ou “incentivos” como está fazendo o PP, falam em transformar Madri numa cidade líder mundial em sustentabilidade. Uma das políticas com mais sucesso durante a liderança de Ahora Madrid (uma coligação de Podemos e Más Madrid) foi o Madrid Central, e Podemos e Más Madrid querem levar essa estratégia ao resto da Comunidad em cidades com mais de 50.000 habitantes. É apenas uma parte da extensa lista de compromissos de Podemos e Más Madrid, que assinalam que “com a crise ecológica, não existe plano B, só existe um planeta”. Parece óbvio, mas olhando para trás, nos últimos 26 anos de governo em Madri, esta declaração é bastante revolucionária. 

Leia mais sobre Conversa Eleitoral de Madri

  • A luta por salvar o sistema de saúde público de Espanha
  • Habitação social, despejos, apartamentos vazios, Blackstone
  • A plataforma que dá aos imigrantes o direito de voto

Brian McMahon é um escritor e editor de viagens originário de São Francisco. Ainda que Madri seja sempre a sua casa e a sua cidade favorita, podes encontrá-lo em Menorca, onde está a estudar sobre viagens sustentáveis e comendo uma quantidade  indecente de chopitos. Visita a sua página web e segue-lhe no Instagram. 

Traduzido por Twist Medeiros.

You may also like

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

SUBSCRIBE FOR

A FREE COPY OF MY

‘WEEKEND GUIDE FOR LOCALS’

 

SUBSCRIBE TO MY MONTHLY

NO-FRILLS NEWSLETTER!